Padrões de Informática em Saúde

O que é Informática em Saúde ?

A Informática Médica (Medical Informatics) ou Informática em Saúde (Health Informatics) é definida por Blois e Shortliffe (1990) como "um campo de rápido desenvolvimento científico que lida com armazenamento, recuperação e uso da informação, dados e conhecimentos biomédicos para a resolução de problemas e tomada de decisão".

O crescimento da informática em saúde vem ao encontro das necessidades de maiores avanços na informatização dos processos e registros da assistência à saúde e métodos de comunicação. Possibilita a redução dos erros e o aumento em segurança, sigilo, confidencialidade e compartilhamento de informações entre os profissionais da saúde e o próprio paciente.

Áreas de atuação da informática em saúde:

Pela complexidade da saúde em todas as suas áreas e processos, o uso da tecnologia da informação e sistemas informatizados se faz necessário para um melhor controle e gestão da informação como base à tomada de decisões.

Neste sentido, existem iniciativas nacionais e internacionais de padronização para informática em saúde, como os comitês da International Standardization Organization - ISO (ISO-TC215 Health Informatics) e na respectiva comissão "espelho" no Brasil, gerida pela Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT (ABNT-CEE78 Informática em Saúde), que procuram criar e manter normas técnicas para orientar o uso destas tecnologias através e fomentar a adoção das melhores práticas para a construção e utilização de soluções tecnológicas. O Brasil tem tido papel atuante no comitê internacional, por meio de seus especialistas.

Os padrões de informática em saúde e interoperabilidade que devem ser usados no Brasil foram definidos através da portaria nº 2.073/2011 do Ministério da Saúde, com alcance nas três esferas de governo: municipal, estadual e federal.

Em nosso país, existem diversas iniciativas governamentais de uso de padrões para informação em saúde, tais como as regulamentações pela Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS do padrão Troca de Informação em Saúde Suplementar – TISS, que define estrutura, conteúdo e segurança para o intercâmbio de informações entre a agência reguladora, as operadoras de planos de saúde e os prestadores de saúde.

Com a crescente evolução e utilização dos padrões de informática em saúde no mundo, a e-Saúde Brasil criou soluções para saúde baseadas em padrões nacionais e internacionais, oferecendo ao mercado de saúde tecnologias de ponta, de acordo com as melhores práticas.

Venha nos conhecer